2020 é fechado com recorde de registros de armas de fogo na Polícia Federal, havendo um aumento de 91%, quando comparados aos registros de 2019 (ano em que a alta foi de 84%, em comparação com o ano anterior).

Um total de 179.771 novas armas de fogo foram registradas na PF – maior número desde 2009.

Observa-se uma escalada de aumento de registros de armas de fogo na PF, o que pode ser explicado pela facilitação de acesso às armas de fogo pelo governo Bolsonaro, como: aumento do limite de armas e de munições que pessoas com porte de arma podem adquirir e acesso a uso de armas de maior potencial ofensivo (que eram de acesso restrito às forças da segurança pública).

70% do total de novas armas de fogo registradas pertencem à categoria “cidadão”: aumento de novos portes de arma obtidos no país para defesa pessoal.

Esta foi a notícia mais relevante de janeiro de 2021. 

Tenha acesso ao pacote completo de notícias mais relevantes mês a mês, clicando aqui